Aviso! Ao navegar no nosso site estará a consentir a utilização de cookies para uma melhor experiência de utilização.

Se você não alterar as configurações do navegador, você concorda com isso. Conheça as nossas políticas de cookies

Aceita?

Termos e Condições

Política de Cookies

O CUBO MÁGICO DESIGN encara a privacidade dos seus clientes e utilizadores com muita seriedade, cumprindo com a legislação Europeia em vigor em termos de tratamento de dados pessoais e de privacidade.

O CUBO MÁGICO DESIGN adota as melhores práticas no sentido de proteger os dados dos utilizadores contra um possível acesso ou uso indevido e não autorizado.

Os dados recolhidos neste website destinam-se a:

Personalizar o website de acordo com as preferências de localização/língua por forma a que seja mais conveniente para os utilizadores navegarem neste website

Responder a pedidos de contacto por parte dos utilizadores

Recolher e analisar dados anónimos de tráfego, via serviços externos de estatísticas, que nos permitam melhorar este website

Os dados recolhidos neste website não são fornecidos pelo CUBO MÁGICO DESIGN a entidades externas são usados apenas para satisfazer pedidos dos utilizadores, responder a contactos ou comunicação de produto.

Termos e Condições

Ao aceitar os Termos e Condições neste website, o Utilizador desde já consente na recolha e tratamento informático dos seus dados, autorizando que os mesmos sejam inseridos e conservados, pelo tempo necessário, numa base apropriada. O responsável pelo tratamento dos dados é o CUBO MÁGICO DESIGN.

Os dados pessoais fornecidos pelo Utilizador destinam-se a ações de marketing, tais como as descritas em "Política de Cookies". Nos termos da Lei n 67/98, de 26 de Outubro, é garantido aos Utilizadores o acesso aos seus dados, podendo solicitar por escrito a sua atualização, correção ou eliminação, através do envio de carta para esta morada ou através do endereço eletrónico geral@cubomagicodesign.pt

Cookies

Os cookies são pequenos ficheiros de texto guardados no dispositivo de um utilizador aquando da visita a determinados websites. Em visitas subsequentes, o ficheiro é enviado de volta para o website que o originou permitindo assim identificar as preferências de um utilizador. O uso de cookies é hoje prática comum na maioria dos websites, nomeadamente desde o aumento do comércio eletrónico.

Neste website, quando autorizado pelo utilizador, utilizamos os seguintes cookies:

Cookies de personalização – permitem-nos relembrar as preferências do utilizador relativamente à sua localização/língua. Assim, em visitas subsequentes o utilizador não terá que estar sempre a selecionar essas opções, tornando a visita mais fácil.

Cookies de estatísticas – permitem-nos compreender, através da recolha de estatísticas de utilização, como os utilizadores navegam no nosso website e como podemos melhorar a sua experiência e as funcionalidades do website. Utilizamos o Google Analytics, um dos mais utilizados e confiáveis serviços de estatísticas, para nos ajudar a recolher essa informação. A informação recolhida, como páginas visitadas ou tempo passado no website, não permite identificar utilizadores específicos dado que as visitas são anónimas.

Para qualquer questão sobre privacidade ou cookies por favor contacte-nos através do email geral@cubomagicodesign.pt

Resolução Alternativa de Conflitos de Consumo

Nos termos da Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro, informamos que o CUBO MÁGICO DESIGN é uma empresa Aderente ao Centro de Informação de Consumo e Arbitragem do Porto com os seguintes contatos:

Rua Damião de Góis, n. 31 LI 6

4050-225 PORTO

Telf: 351 225 508 349 / 351 225 029 791

Email: cicap@cicap.pt

www.cicap.pt

Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a esta Entidade de Resolução de Litígios.

Mais informações em www.consumidor.pt

 

Conheça o RGPD

Regulamento Geral de Proteção de Dados

Começar

Regulamento Geral de Proteção de Dados

A 14 de Abril de 2016 o Parlamento Europeu aprovou, finalmente, o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), que veio substituir anterior diretiva 95/46/EC vertida para o ordenamento jurídico Português na Lei n.º 67/98 de 26 de Outubro ainda em vigor.

Este regulamento, cuja aplicação efetiva e vinculativa será a 25 de Maio do 2018 tem como escopo a harmonização das leis que regulam esta matéria nos países da UE, mas acima de tudo criar uma nova consciência e abordagem sobre a forma como são vistos e tratados os dados pessoais.

Considerando o novo paradigma de mundo orientado pela informação imediata e pelo poder dos dados pessoais colhidos e tratados com ou sem consentimento, ou pior, com ou sem conhecimento, o RGPD vem, de fato, trazer o discernimento exigido a esta matéria, não deixando, no entanto, de acarretar mudanças de grande impacto, muitas delas fonte de forte controvérsia.

Com enfoque no impacto do RGPD, nas empresas, temos percepção imediata que este é não só muito significativo no que concerne à sua adaptação a este novo regime, isto porque tem de ser estudado, preparado e adoptado para poder ser absorvido amortecendo o abalo ao regular funcionamento das organizações que este tipo de alteração implica para alcançar a conformidade, e porque a não conformidade acarreta o risco de penalizações financeiras bastante dissuasoras que estão definidas até 4% da faturação ou 20.000.000 EUR.

As alterações chave a saber sobre o RGPD começam desde logo pelo seu âmbito e pelos sujeitos a quem se destina, importando por isso começar por distinguir, de acordo com o artigo 4º do RGPD:

Controladores de dados e processadores de dados / Data controller e Data processor

  • Data controller (Controlador) – Será pessoa singular ou coletiva, ente público ou privado, agência, instituição ou qualquer outro organismo que decide como e porque é que os dados são processados. Portanto, pessoa física ou jurídica que, isoladamente ou em conjunto com outros, determina os fins e meios de processamento de dados pessoais.

    Ora pelo artigo 5º do RGPD, o controlador é o responsável por provar o cumprimento dos princípios relativos ao tratamento de dados pessoais conforme está vinculado.

  • Data Processor (Processador) - Será pessoa singular ou coletiva, ente público ou privado, agência, instituição ou qualquer outro organismo que trate os dados pessoais por conta do responsável pelo tratamento destes (subcontratante). Ou seja, aquele que processa dados pessoais em nome do controlador.

    Pelo artigo 28.º do RGPD, o tratamento pode ser efetuado em nome de um controlador, mas este é responsável por subcontratar apenas os processadores que forneçam garantias suficientes de cumprimento do RGPD, isto é, processadores que tenham evidências da implementação das medidas técnicas e organizacionais adequadas de tal forma que o processamento satisfaça os requisitos do regulamento. O que nos leva à obrigatoriedade de qualquer empresa da UE ou mesmo fora da UE, como controlador ou processador, ter de implementar os controlos necessários para garantir a conformidade com o RGPD, desde que os dados a ser processados sejam sobre cidadão da UE. Esta responsabilidade é partilhada e por isso as multas podem ser aplicadas a ambos, controladores e processadores.

No que aqui importa o CUBO MÁGICO DESIGN é, assim, o controlador de todos os dados que coleta dos seus clientes e, para prestação dos serviços subscritos e respetivo suporte, processador enquanto agente de alojamento dos seus dados, registo de domínios ou venda de certificados SSL.

Uma vez estabelecidas estas diferenças, centremo-nos na tríade estruturante de todo o regulamento a partir da qual discorrem todos os direitos e deveres que, a montante, abordaremos em triagem por relevância ou impacto:

  •  A - Informação e histórico

  •  B - Responsabilização

  •  C - Supervisão


VER

Regulamento Geral de Proteção de Dados








Ligue-nos
256 034 253
Morada
Morada Rua Bispo Dom Florentino Andrade e Silva 73 4520-173 Santa Maria da Feira - Portugal

O nome não pode ficar em branco

Por favor coloque um email correto

A mensagem não deve estar vazia

 Voltar